* As tarifas, ofertas e condições apresentadas podem sofrer alteração sem aviso prévio.
Você sabia que, depois do Carnaval, a Festa de São João — também conhecida como Festa Junina, é a maior comemoração popular brasileira? Celebrada em todo país, a festividade ganhou um espaço especial no calendário. Porém, você sabe o que e por que comemoramos esse dia? 

Para te deixar por dentro da importância e da origem dessa data tão aguardada, preparamos este artigo recheado de detalhes e informações. Vem com a gente e confira!

Como e por que surgiu a Festa de São João?

O que é comemorado na Festa Junina e por que a data se tornou um marco cultural? Para responder a essa pergunta, vamos voltar um pouquinho no tempo, mais precisamente na Idade Média. 

Basicamente, foi nesse período que a Igreja Católica criou a Festa Junina para celebrar a vida de São João Batista e substituir rituais realizados para deuses pagãos. Nascido no dia 24 de junho, o santo foi responsável por anunciar a vinda de Cristo para salvar a humanidade e batizar Jesus no rio Jordão. 

A comemoração também marcava a renovação da natureza e o solstício de verão no hemisfério Norte. Durante a festa, são utilizados vários símbolos da história de São João, juntamente dos ritos pagãos sobre a colheita  — que aconteciam antes da cristianização da festividade.

No Brasil

Qual é o significado da Festa Junina no Brasil? Vinda como tradição dos portugueses e dos imigrantes de países cristãos, a festividade chegou ao país como “Festa Joanina”, em referência a São João, mas passou a ser chamada de “Junina”, por acontecer em junho.

Durante o mês, além da festa de São João, acontecem as comemorações para Santo Antônio, o casamenteiro (dia 13) e São Pedro, o pescador (dia 29). A junção de todas elas formam as tradicionais Festas Juninas do Brasil, que receberam esse nome justamente por São João ser “o festeiro”. 

As principais festas para o feriado de São João no Brasil acontecem no Nordeste, onde a comemoração já é tradição e representa a gratidão aos santos pelas chuvas nas lavouras que estimulam a economia local. Entre elas, as festas em Caruaru (PE) e Campina Grande (PR) duram o mês todo, consideradas as maiores do país.

Tradições juninas

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a história da festividade, é hora de entender como é a Festa de São João no Brasil! Em resumo, a comemoração acontece no  dia 24 de junho, mas pode durar ao longo do mês, contando com tradições, que remetem à origem e à passagem por outros países.

Quadrilha

De origem francesa, a quadrilha surgiu nos salões aristocráticos e era denominada “quadrille”. Chegando ao Brasil na época colonial, o rito ganhou caráter religioso, como um agradecimento aos santos pela colheita. 

Com o passar dos anos, a tradição foi adaptada, incluindo a encenação do casamento, que satirizava  a união forçada que acontecia no passado. Além disso, as expressões foram abrasileiradas para facilitar a dança, que se tornou obrigatória durante a Festa de São João.

Fogueira

Outra atração típica da Festa de São João é a fogueira. A origem tem ligação ao nascimento do santo, já que era o sinal de Santa Isabel, mãe de São João, para Maria, mãe de Jesus. 

No Brasil, o acendimento da fogueira acontece na noite do dia 23 para 24 de junho. Essa prática foi trazida pelos jesuítas. Com o tempo, foi associada a outras tradições populares, como o  forró nordestino e a própria quadrilha.

comemoração da festa de são joão no rio quente

Mastro de São João

Também de origem pagã, o levantamento do mastro de São João é uma tradição trazida pelos portugueses para a Festa Junina brasileira. Essa atração consiste em levantar um mastro com três bandeirinhas na ponta, que simbolizam cada um dos santos católicos ligados à festividade: São João, São Pedro e Santo Antônio.

Comidas e músicas típicas

Entre as tradições da Festa de São João, também estão as comidas e as músicas típicas. Canjica, pamonha, curau, pipoca, bolo de milho, arroz-doce, pé de moleque, cocada, doce de abóbora, batata-doce, paçoca, cuscuz e bebidas, como vinho-quente e quentão, compõem o cardápio da comemoração. Já em relação às principais músicas da Festa de São João, estão o forró, o baião e o xote.

Arraial

O arraial é o local onde a festa acontece. A decoração é o que o torna uma tradição. Bandeirinhas em homenagem aos santos, balões, palha e barracas com as comidas típicas são pontos de destaque nesse cenário contagiante.

Balões e fogos de artifício

Os balões também fazem parte da tradição trazida pelos portugueses. No país de origem, os itens estavam relacionados ao uso das fogueiras e eram soltos para anunciar o início da Festa de São João. 

Já os fogos de artifício fazem parte de uma tradição popular, servindo para despertar São João no dia da festa. Esta prática também tem origem portuguesa e é muito comum em todas as regiões do Brasil, principalmente no Nordeste.

Arraiô: a Festa Junina do Rio Quente!

E aí, agora que você já sabe como surgiu a Festa de São João, que tal decidir onde comemorá-la? Em meio às opções, o complexo de hotéis do Rio Quente é uma excelente aposta, já que promete a melhor Festa Junina do Brasil

Com muita dança, música, brincadeiras, comidas típicas e a famosa quadrilha, o Arraiô do Rio Quente é sinônimo de diversão para toda a família. Sem contar que, ao se hospedar no resort, você pode relaxar em acomodações aconchegantes e garantir acesso ilimitado ao Hot Park, um dos maiores parques aquáticos da América Latina.

Tudo isso com muita segurança e conforto, já que o resort está seguindo as medidas de prevenção orientadas pela OMS em todas as alas do complexo e atrações. Então, aproveite as condições especiais, confira os pacotes promocionais e venha celebrar a Festa de São João da melhor maneira! 

Quer falar com a gente?

É só nos chamar no WhatsApp ou telefone a qualquer hora!

Central de Reservas

Para RJ, RS, PR, MG e NE

Belo Horizonte

Campinas

Goiânia

Pernambuco

Ribeirão Preto

Rio Quente

Rio de Janeiro

Santo André

São José do Rio Preto

São José dos Campos

Uberaba

Uberlândia