Para que o resort tenha águas quentes naturais, aqui acontece um fenômeno que é consequência das características geológicas da Serra de Caldas Novas, de onde vêm as águas minerais e termais.

A serra é formada por várias rochas, principalmente por quartzitos – que são responsáveis pelo processo de armazenamento e mineralização das águas. O gradiente geotérmico da crosta terrestre é o principal responsável por tornar as águas quentes e a Serra de Caldas é a principal área de recarga deste aquífero termal.

Mas, como as águas quentes surgem?

O aquecimento das águas naturais acontece quando as águas das chuvas penetram nas fissuras da Serra de Caldas Novas, infiltrando-se lentamente pelo solo, chegando a grandes profundidades. A medida que descem, vão se aquecendo progressivamente em função do gradiente geotérmico das rochas, elevando a temperatura a cerca de 60°C.

Quando aquecidas, as águas adquirem pressão e voltam à superfície por outras fendas e misturam-se, próximo à superfície, com infiltração do lençol freático, temperando a água. Este tempo de penetração e retorno das águas quentes até o Parque das Fontes leva cerca de 1.000 anos.

A água do Rio Quente é mineral e termal, o que significa que é naturalmente quente. As águas quentes têm efeito terapêutico no nosso organismo porque estimulam o relaxamento muscular e, assim, acalmam e trazem bem-estar. As águas minerais e termais possuem um complexo químico-mineral alcalino, constituído de bicarbonato de cálcio e magnésio.

Nós mudamos algumas coisas no nosso site recentemente. Veja algumas delas: