* As tarifas, ofertas e condições apresentadas podem sofrer alteração sem aviso prévio.
Goiás é um estado brasileiro localizado na região Centro-Oeste do país. Fundado no século XVIII, tem fortes traços da arquitetura colonial portuguesa e registros importantes do período conhecido como “ciclo do ouro”. O patrimônio histórico cultural do estado é gigantesco. Somado a ele, estão as lendas de Goiás.

Neste artigo, separamos algumas das principais lendas de Goiás para quem quer conhecer mais sobre a cultura e as histórias contadas pelos antigos. Acompanhe e descubra!

1. Romãozinho

Quando se fala em lendas de Goiás, a história do Romãozinho é uma das primeiras que vêm à mente. Trata-se de um conto muito parecido com o do saci-pererê. 

É legal contar essa história para as crianças durante uma viagem para Goiás, especialmente se estiverem caminhando em uma trilha local. A lenda diz que havia um menino chamado Romãozinho, muito conhecido pelas malvadezas. 

Um dia, a sua mãe pediu que ele levasse comida ao pai, que trabalhava na roça. No caminho, Romãozinho decidiu comer pedaços de frango, deixando apenas os ossos para o pai. Ao entregá-los, contou que a mãe mandou somente aquilo. 

Muito bravo, o pai chegou em casa e espancou a esposa. O menino riu da situação. A mulher rogou uma praga para que Romãozinho não fosse aceito nem no céu nem no inferno. Desde então, a alma do menino vaga pelo sertão, fazendo maldades.

2. Negro d’água

Entre as lendas de Goiás, a história do Negro d'água pode ser contada durante as caminhadas pelas cachoeiras. De acordo com o conto, este homem é um habitante dos rios de Goiás, com características de répteis ou patos.

O Negro d’água seria uma espécie de defensor das águas, que amedronta pescadores, virando barcos, partindo anzóis de pesca e furando redes. Em algumas regiões de Goiás, essa história é tão intrínseco na cultura local que ainda é possível encontrar pescadores que levam uma garrafa de cachaça para o rio ao sair para pescar, evitando que o Negro d’água vire as embarcações.

3. Pé-de-garrafa

O pé-de-garrafa é outra figura mística das lendas de Goiás. Com pegadas que parecem uma garrafa, este homem tem só o pé esquerdo e garras enormes. Também é peludo e selvagem.

Essa criatura bizarra anda pelas matas, emitindo gritos agudos e muito altos. O objetivo é atrair caçadores, aprisionando a alma deles em uma garrafa. A lenda diz que a única forma de escapar do pé-de-garrafa é atingindo o umbigo, único ponto fraco da criatura.



4. Rodeiro

Considerada por muitos uma das lendas mais assustadoras do folclore brasileiro, o Rodeiro conta a história de uma arraia gigantesca, que vivia no vale do Rio Araguaia. Dizem que a chegada dela pode ser notada em razão da agitação repentina das águas. O animal ataca as embarcações da região, levando as pessoas para o fundo do rio, onde as devora.

5. Casa com mais de 300 janelas

A casa com 365 janelas é uma das lendas urbanas de Goiás. Ela conta a história de uma grande residência construída pelo comendador Joaquim, o homem mais rico do estado no século XIX.

De acordo com a lenda, o comendador queria construir uma casa com 365 janelas, uma para cada dia do ano. Depois de muito trabalho, ele construiu o Palacete do Comendador. 

Conta-se que ele construiu o palacete com tudo o que havia de melhor na época, entretanto, após sua morte, pessoas do povoado entraram na casa para saqueá-la, levando muitas partes da residência. De acordo com a lenda, as pessoas usaram esses pedaços para construir os próprios lares.

O problema é que a alma do comendador não gostou nada disso e, furioso, ele vagueia até hoje pela cidade em busca da sua casa. Muitas pessoas contam ouvir os seus passos furiosos durante a noite. Essa é uma das mais conhecidas lendas do estado de Goiás. Entretanto, a história que envolve essa construção não tem registros históricos.

6. Arranca-línguas

O Arranca-línguas é outra das lendas folclóricas de Goiás. Segundo os relatos, a criatura, que lembra um grande gorila, fica à espreita para atacar pessoas e animais, alimentando-se das línguas. Ele fica nas margens do Rio Araguaia, atacando bois, cabras e cavalos de forma cruel.

Ele se camufla nos troncos das árvores e aproveita um momento de distração para atacar os humanos. Há quem garanta que já viu a criatura, que parece um animal com muito pelos e face achatada.

Para quem vai tirar férias com crianças para o estado, essas histórias são uma maneira de interagir e captar o interesse dos pequenos a respeito das curiosidades do local. As lendas podem ser contadas durante a viagem de carro ou os passeios para lugares onde as pessoas alegam ter visto as criaturas.

Você gostou de conhecer as lendas de Goiás? Então, aproveite para programar sua próxima viagem para o estado. Conheça pacotes promocionais exclusivos, que montamos especialmente para você!

Quer falar com a gente?

É só nos chamar no WhatsApp ou telefone a qualquer hora!

Central de reservas

Capitais

Demais localidades