* As tarifas, ofertas e condições apresentadas podem sofrer alteração sem aviso prévio.

Uma

Ciência, arte, história e muita diversão: isso tudo é só um pouquinho do que você pode esperar do seu passeio no Memorial do Cerrado.

Com um lugar merecido na lista dos pontos turísticos de Goiânia mais adorados pelos visitantes, o espaço vai muito além de um simples museu. O Memorial do Cerrado é um moderno complexo científico e cultural onde a palavra de lei é imersão. Se você estava em busca de um programa “fora da caixinha” na capital goiana, chegou ao lugar certo!

O atrativo que vamos te apresentar hoje é uma alternativa perfeita para uma viagem em família. Afinal, o Memorial do Cerrado é capaz de encantar pequenos e adultos por meio de uma experiência lúdica e super envolvente. Bateu a curiosidade por aí? Então vem com a gente, que você está prestes a descobrir por que o Memorial do Cerrado é tão especial.

Explore a história e criação do Memorial do Cerrado

O Memorial do Cerrado às vezes recebe o apelido carinhoso de “Inhotim Goiano”. A comparação amigável com o Instituto Inhotim, espaço mineiro que é referência nacional em exposições a céu aberto, é útil na hora de entender os objetivos que motivaram a criação do Memorial.

Mas é claro que esses dois gigantes do turismo cultural têm muitas diferenças entre si: enquanto o Instituto Inhotim se dedica à arte contemporânea, o Memorial do Cerrado tem uma pegada mais científica e sociológica. Ele foi inaugurado em 1999 como projeto do Instituto do Trópico Subúmido, um braço da Universidade Católica (PUC) de Goiás.

A ideia era levar os visitantes para perto do poderoso Cerrado goiano por meio de uma experiência museológica diferenciada. São várias instalações interativas que proporcionam um mergulho na trajetória de formação desse bioma encantador, além de ensinar sobre a complexa relação entre seres humanos e natureza. Para a felicidade de seus idealizadores, o Memorial do Cerrado se tornou um centro valiosíssimo de educação e divulgação científica. E a gente fica feliz também, afinal, a oportunidade de visitar um lugar tão incrível é realmente um privilégio!

Saiba onde fica o Memorial do Cerrado, GO

Agora que você já se animou para incluir esse ponto no seu roteiro de viagem, talvez esteja se perguntando onde fica o Memorial do Cerrado.

Bem, o complexo está situado inteiramente dentro de um dos campus da PUC Goiás. É o Campus 2, que fica na Avenida Engler, s/nº, bairro de Jardim Mariliza. Portanto, seu passeio acontecerá na porção sudeste de Goiânia, a aproximadamente 11 quilômetros do Setor Central (centro da cidade).

Se quiser utilizar algum aplicativo de GPS para se situar melhor, você pode pesquisar por “PUC Goiás - Campus II” ou por “Memorial do Cerrado da PUC Goiás”. É facinho de achar!

Descubra como chegar a este passeio enriquecedor

Pela proximidade com o Centro, o Memorial do Cerrado é um ponto turístico tranquilo de acessar.

Se você pretende sair do Setor Central, basta pegar a Avenida Marginal Botafogo, depois a Rua Recife/Rua Araxá e, em seguida, a Rua das Laranjeiras e a Rua Professor Alfredo de Castro. De carro, o trajeto costuma durar cerca de 15 minutos. Saindo do Aeroporto Internacional de Goiânia, o caminho é feito pela BR-153 e então pela BR-352, Avenida Doutor José Hermano e Avenida dos Jardins. Nesse caso, são aproximadamente 20 minutos de percurso.

E para chegar ao Memorial do Cerrado usando o transporte público? Nesse caso, basta pegar um ônibus das linhas 014, 193, 021, 002, 346 ou 200. Todas elas param em um ponto da Avenida Engler que fica bem próximo à entrada do campus.

Conheça os 5 ambientes que compõem o Memorial do Cerrado

Finalmente chegou o momento mais divertido de todos: é hora de explorar um pouquinho de cada uma das atrações que fazem parte do Memorial do Cerrado.

Situado em meio a ricas áreas verdes e abraçado pela vegetação nativa, o complexo se divide em 5 ambientes pensados para garantir momentos de aprendizado lúdico. Cada espaço segue uma linha temática diferente, como você verá a seguir.

Museu de História Natural

Nossa tour pelo Memorial do Cerrado começa com o fascinante Museu de História Natural.

Esse é um espaço que mostra a que veio desde o primeiro contato: logo na entrada, você vai se deparar com uma réplica em tamanho real de um crânio de Tiranossauro. Essa é a hora em que os olhos das crianças costumam brilhar! Lá dentro, o incrível acervo conta com várias preciosidades da paleontologia, como fósseis com até 600 milhões de anos de existência.

Além disso, o Museu de História Natural tem painéis e esculturas que mostram a trajetória evolutiva dos animais da Terra – incluindo os seres humanos –. O foco, claro, é o bioma do Cerrado.

Vila Cenográfica de Santa Luzia

A Vila Cenográfica de Santa Luzia proporciona uma sensação indescritível de viagem no tempo.

Estamos falando de uma grande área que representa com perfeição os primeiros vilarejos portugueses fundados no Brasil. Você caminhará entre construções cenográficas que parecem saídas do século 17, além de conhecer réplicas de antigas propriedades rurais. É a sua oportunidade de observar de pertinho reproduções impecáveis das fazendas de outras épocas e de lugares como igrejas, vendinhas, moradias, funilarias e cadeias.

Se você gosta de história, a Vila Cenográfica de Santa Luzia vai roubar seu coração!

Fazenda Tradicional

Antigo alambique português feito de cobre para destilar bebidas alcóolicas
Junto da Vila Cenográfica de Santa Luzia, você vai encontrar outro ambiente impressionante do Memorial do Cerrado: a Fazenda Tradicional.

As simpáticas casas de estrutura simples tem aquela atmosfera acolhedora que só quem já esteve em uma fazenda “raiz” consegue entender. Você pode circular entre as construções para desvendar os pequenos mistérios da vida na roça! Entre os atrativos principais, estão o tradicional forno de barro, a fábrica de rapadura e o alambique.

Quilombo

No Memorial do Cerrado, a história do Brasil é contada por vários pontos de vista. E o Quilombo é uma ótima evidência disso.

Separado do resto do complexo por uma agradável trilha, esse espaço replica as comunidades afro-brasileiras que foram essenciais para a trajetória de resistência das populações negras. Com modelos de moradias, mobiliário e utensílios da vida doméstica, o ambiente é inspirado nas comunidades quilombolas do Centro-Oeste do Brasil. Fascinante, né?

Aldeia Timbira

É claro que o Memorial do Cerrado não poderia deixar de dedicar um espaço aos povos originários que já ocupavam a natureza goiana muito antes da colonização.

A Aldeia Timbira é uma réplica espetacular dos povoados construídos pelos indígenas das etnias Timbira. Ela inclui grandes ikré – estruturas de moradia coletiva – que abrigam vários objetos utilizados pelos indígenas e representações interessantíssimas de seus hábitos. A riqueza de detalhes é fantástica!

O que você precisa saber antes de visitar o Memorial do Cerrado

A essa altura, você já deve ter se apaixonado pelo Memorial do Cerrado também.

E o melhor é que sua visita já está quase toda na ponta do lápis! Aproveita para anotar as nossas dicas, que podem ajudar a deixar seu passeio ainda mais legal: no dia de conhecer o Memorial do Cerrado, aposte em roupas e calçados confortáveis, como tênis de caminhada. Afinal, você com certeza vai andar bastante. Também vale a pena mencionar que o complexo não inclui restaurantes, lanchonetes ou outras opções de alimentação. Por isso, procure levar alguns lanches práticos na bolsa e mantenha sua garrafinha de água por perto.

Por fim, para não perder nenhuma parte do passeio, confira abaixo os valores de entrada e o horário de funcionamento do Memorial do Cerrado.

Valor da entrada

Para conhecer o Memorial do Cerrado, a taxa de entrada padrão (inteira) é de apenas R$ 20,00 por pessoa.

Mas o espaço tem políticas de meia-entrada que diminuem o valor para R$ 10,00. Essa é uma opção disponível para crianças de até seis anos e professores (mediante comprovação).

Horário de Funcionamento

Ninguém gosta de dar viagem perdida, né? Para fugir desse risco, atente-se aos horários de funcionamento do Memorial do Cerrado.

O complexo está aberto para visitação de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 17h. Em geral, o tempo médio de cada visita costuma ficar entre 2h e 3h.

Agora você já pode planejar seu passeio no Memorial do Cerrado e ainda garantir uma estadia única no Rio Quente!

Piscina de águas quentes do Rio Quente, no meio do cerrado goiano

É, o Memorial do Cerrado realmente tem tudo para ficar guardado entre as suas melhores memórias de viagem.

A gente costuma dizer que esse é um daqueles passeios que despertam a criança interior de qualquer pessoa. É difícil não se empolgar com a jornada imersiva proporcionada por cada um dos ambientes. Não à toa, os oito mil visitantes que passam pelo complexo todos os meses geralmente vão embora já pensando na volta. O Memorial do Cerrado nunca deixa de ser divertido!

Antes ou depois de conhecer esse lugar incrível, que tal aproveitar alguns dias de contato mais direto com a natureza goiana? No Rio Quente, você adiciona mais experiências únicas ao seu roteiro, como relaxantes banhos nas águas termais e várias paisagens de tirar o fôlego. Pode se preparar para as férias mais inesquecíveis da sua vida!

Quer falar com a gente?

É só nos chamar no WhatsApp ou telefone a qualquer hora!

Central de reservas

Capitais

4000-1449
(Para mais informações de Rio Quente e Costa do Sauipe, tecle 1 e para Hot Park, a opção 2)

Demais localidades

DDD + 4000-1449
(Para mais informações de Rio Quente e Costa do Sauipe, tecle 1 e para Hot Park, a opção 2)

Eventos